João Pessoa, 23 de Fevereiro de 2017

06 de Janeiro de 2017

Exame descarta cirurgia em Jeová

Exame descarta cirurgia em Jeová

Cateterismo descarta possibilidade de cirurgia cardíaca no deputado estadual Jeová Campos

O deputado estadual Jeová Campos não precisará se submeter a uma intervenção cirúrgica no coração. O resultado do cateterismo, realizado na tarde desta quinta-feira (05), no hospital Santo Antônio de Barbalha, em Barbalha (CE), onde o parlamentar está internado desde ontem, não apontou comprometimento de artérias, nem vasos coronarianos. Segundo os médicos que realizaram o procedimento, o enfarte que o parlamentar sofreu pode ser tratado clinicamente, sem a necessidade de intervenção cirúrgica de qualquer espécie.

O deputado ficará em observação na UTI até amanhã pela manhã, em seguida irá para a enfermaria, de onde deverá ter alta ainda nesta sexta-feira se até lá não houver nenhuma outra intercorrência. Segundo os médicos, o enfarte que Jeová sofreu não foi de proporções grandiosas e o exame mostrou que não há comprometimento de circulação, nem existência de placas de gordura, nem trombos.

O deputado está com quadro estável, pressão arterial normal e ausência de dor no peito, mas, por precaução ficará em observação até amanhã. O tratamento, que será a base de medicamentos, dieta e adoção de hábitos saudáveis, tais como, manter regularidade de caminhadas e exercícios físicos leves, evitar bebida alcoólica, comidas gordurosas, etc, deverá ser iniciado imediatamente.




Redação



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.