João Pessoa, 22 de Novembro de 2017

11 de Janeiro de 2017

Prefeito alega impedimento para não pagar salários; ex-gestor alfineta: “Má vontade”

Prefeito alega impedimento para não pagar salários; ex-gestor alfineta: “Má vontade”

O prefeito de Cachoeira dos Índios, Alan Seixas (PSB) justificou que ainda não conseguiu pagar os salários do mês de dezembro de 2016, devido o ex-gestor não ter entregado os balancetes dos meses de Novembro e Dezembro do mesmo ano ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Alan informou que os recursos referentes a multa da repatriação estão nos cofres do município e são destinados a pagamento da folha, mas está nesse impasse. “Dependo da entrega desses balancetes”, explicou o socialista.


O prefeito Francisco Ricarte (Bodim-DEM), também em entrevista ao Diário do Sertão disse que fez a entrega do balancete de novembro e tem até o dia 30 de janeiro para entregar o balancete de dezembro ao TCE. “A gente tem prazo para isso”, argumentou o democrata.


Bodim reafirmou que o dinheiro ficou em caixa e se o atual prefeito ainda não pagou aos servidores foi por “má vontade”.


Ele disse que não pagou dezembro porque o TCE bloqueou as contas do município, mas relembrou que pagou novembro e o décimo terceiro salário.


De acordo com Bodim, o município está recebendo agora o coeficiente 0.8 do Fundo de Participação dos Municípios, o que aumenta os recursos em R$ 150 mil a mais do que o recebido em janeiro de 2016.


“O que está faltando é a boa vontade do prefeito pagar porque não nenhum impedimento do Tribunal de Contas não”, declarou Bodim.


DIÁRIO DO SERTÃO



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.