João Pessoa, 28 de Maio de 2017

11 de Janeiro de 2017

Em congresso, Efraim Filho volta a defender vaquejada e seu valor econômico para o NE

Em congresso, Efraim Filho volta a defender vaquejada e seu valor econômico para o NE

 A Associação Brasileira de Vaquejada - ABVAQ realizou no auditório da FIEP em João Pessoa o seu 3º Congresso Nacional. O evento que se iniciou no dia 10, reuniu cerca de mil representantes da categoria de todo o Brasil, especialmente da região Nordeste.


Presidida pelo paraibano Paulo Ferreira "Cuca", o evento trouxe na pauta a nova regulamentação que preza pela preocupação com o bem estar dos animais, combate aos maus tratos e a defesa da #Vaquejada, com foco no acompanhamento dos projetos no Congresso e do debate jurídico no STF.


Quem proferiu palestra durante o evento foi o deputado federal Efraim Filho (DEM/PB), referência na defesa da cultura e do esporte da Vaquejada. Em sua fala, afirmou:


"Proibir não é solução e a regulamentação é a melhor forma de manter o desenvolvimento sustentável da atividade. Com o regulamento será possível fiscalizar, coibir e punir os maus tratos aos animais, prática já não aceita pelos amantes da Vaquejada."


Outro aspecto importante abordado pelo Deputado Efraim em sua fala foi "a necessidade de aliar a manifestação da cultura que gera emprego e oportunidades especialmente no Nordeste, com a integridade e o bem estar físico dos animais. São mais de 700 mil famílias que dependem da atividade e não se pode desconsiderar o importante impacto sócio econômico da Vaquejada para a Paraíba e o Nordeste."


Além dos vaqueiros e criadores de animais, o evento contou ainda com a participação de juristas, membros do Ministério Público, médicos veterinários, jornalistas e outros setores interessados no debate do tema.


PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.