João Pessoa, 23 de Setembro de 2017

17 de Fevereiro de 2017

Escolha de líder do governo gera crise na base e afasta Maia

Escolha de líder do governo gera crise na base e afasta Maia

 O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deu "no show" nesta semana em uma conversa com o presidente Michel Temer após ser informado de que seria apenas comunicado sobre a troca da liderança do governo.

Temer ainda não definiu o que fará com o posto - hoje ocupado por André Moura (PSC-SE). Mas tanto Maia como o PMDB e o PSDB, principais partidos da base, querem a substituição de Moura, ligado ao ex-deputado Eduardo Cunha.

No caso de Maia, ele gostaria que o líder fosse Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) - inclusive tendo costurado isso durante sua campanha à reeleição.

Problema é que, sem o Ministério da Justiça, o PMDB passou a pleitear a vaga. Quer emplacar o deputado Lelo Coimbra.

Nesta conversa que não aconteceu, o objetivo do Planalto era que Maia avalizasse a indicação do peemedebista para a vaga de Moura.

Mas Maia, ao perceber que a discussão não seria uma consulta, disse a aliados que não quer mais se envolver no assunto.

G1.com.br



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.