João Pessoa, 27 de Março de 2017

16 de Março de 2017

Edição especial do Bailaço celebra Mês da Mulher no Espaço Cultural

Edição especial do Bailaço celebra Mês da Mulher no Espaço Cultural

Etnografia musical, cultura popular, ancestralidade, sonoridade brasileira, latina, africana, periférica, orgânica e do mundo. Esses são apenas alguns dos elementos que fazem parte do trabalho da DJ Kylt, convidada da edição de março do projeto Bailaço, em comemoração ao Mês da Mulher. O evento acontece neste sábado (18), a partir das 20h, no Teatro de Arena Leonardo Nóbrega, localizado no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. A entrada é gratuita.

A programação começa com as apresentações solos e de grupos de dança. A edição deste sábado conta com duo de Kláudia Hiller e Camila Kansas, solo de Luana Aires e apresentação do Núcleo de Danças Kilma Farias.

O projeto


Bailaço é um projeto da Fundação Espaço Cultural da Paraíba realizado com o apoio do Fórum Permanente de Dança de João Pessoa e do Ambassador. A noite começa com apresentações de grupos de danças da cidade. Em seguida, DJ Kylt assume o comando e a pista é aberta ao público para liberar a criatividade ao som do seu ritmo preferido.

O objetivo do evento é dar espaço e visibilidade à arte da dança. O Bailaço é um espaço de encontro e integração das diferentes linguagens da dança onde a intenção é criar um momento de diversão, no qual cada pessoa possa interagir com bailarinos da sua e de outras linguagens. A ideia é que seja uma grande festa de celebração à dança. Esta é a 12ª vez que a Funesc promove o evento, realizado periodicamente, geralmente no último sábado de cada mês e já se tornou uma opção de lazer e cultura para os admiradores da arte da dança.

DJ Kylt - Nasceu em João Pessoa, capital da Paraíba e representa com orgulho o Nordeste brasileiro. Toca desde 2005 e durante este tempo percorreu diversos horizontes com a música, o que a torna dona de uma engenhosa técnica e primorosa pesquisa musical. Em seu conceito estético, explora e dissemina de forma visceral a diversidade dos ritmos brasileiros, latinos e africanos com a fusão híbrida das sonoridades eletrônicas.

Foto: Thercles Silva

Secom -PB



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.