João Pessoa, 22 de Julho de 2017

20 de Março de 2017

Polícia recebe equipamentos que vão auxiliar na investigação de homicídios

As delegacias e núcleos especializados na investigação de homicídios da Paraíba receberam novos equipamentos da área de informática e também para serem utilizados na execução de operações de enfrentamento qualificado aos crimes contra a vida. São 46 computadores, 20 scanners, 21 HD externos, 30 estabilizadores no-break, e ainda 14 alicates do tipo corte vergalhão. O material foi distribuído pela Delegacia Geral de Polícia Civil e representa um investimento de R$ 229 mil 425, por meio de convênio firmado entre o Governo da Paraíba e o Governo Federal, dentro Programa Brasil Mais Seguro. Ainda serão distribuídos 30 notebooks.

“Os equipamentos fazem parte de ações realizadas para o fortalecimento das Delegacias de Crimes contra a Pessoa (Homícidios) e núcleos especializados, que atuam diretamente na investigação e elucidação desses casos. Nos últimos anos, o investimento do Governo do Estado na área ainda abrangeu abertura de mais unidades em território paraibano, incremento de equipes, e distribuição de viaturas”, lembrou o delegado João Alves de Albuquerque, chefe da Polícia Civil.

Ainda de acordo com o delegado geral, por conta dos investimentos realizados nesta gestão, o índice de elucidação de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – homicídios dolosos e outros crimes dolosos que resultam em morte – tem aumentado ano a ano. “Hoje o número é de 50% em todo o Estado, chegando a mais de 70% em localidades como Guarabira, Mamanguape, Patos e Alhandra”, pontuou.

Também para intensificar as atividades investigativas, no mês de novembro do ano passado, a Polícia Civil recebeu mais de 60 viaturas, que foram distribuídas entre unidades policiais no Estado.


Secom



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.