João Pessoa, 23 de Outubro de 2017

20 de Abril de 2017

Câmara cria Frente Parlamentar em defesa do Empreendedorismo

Câmara cria Frente Parlamentar em defesa do Empreendedorismo

A iniciativa do vereador Thiago Lucena (PMN) pretende fomentar a economia local e ampliar a oferta de emprego e renda

Incentivar práticas empreendedoras e pensar em ações que gerem um ambiente favorável ao desenvolvimento de pequenos e grandes negócios. Essas são as principais metas da Frente Parlamentar em defesa do Empreendedorismo, cuja criação foi aprovada pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na sessão ordinária desta quinta-feira (20).

“O empreendedorismo nada mais é do que a disposição para identificar problemas e oportunidades, e investir recursos e competências na criação de um negócio, projeto ou movimento capaz de alavancar mudanças e gerar um impacto positivo na sociedade”, explicou o vereador Thiago Lucena (PMN), autor da proposta.

“As ações dessa Frente Parlamentar não vão beneficiar apenas os grandes empresários, mas, especialmente dar apoio aos microempreendedores e aos pequenos negócios”, garantiu o vereador.

Ele ainda afirmou que o segmento é um dos principais pilares de sustentação da economia nacional, tanto pela amplitude de negócios que podem despontar, quanto pela potencial capacidade de gerar novos empregos. “Precisamos reconhecer a importância socioeconômica desse segmento, que pode auxiliar na recuperação da economia nacional, mas encontra vários obstáculos ao seu crescimento e competitividade”, defendeu.

Além de Thiago Lucena, que preside os trabalhos, compõem a Frente Parlamentar em defesa do Empreendedorismo os vereadores Damásio Franca (PP), vice-presidente, Bosquinho (PSC), Eduardo Carneiro (PRTB), Eliza Virgínia (PSDB), Lucas de Brito (PSL) e Tibério Limeira (PSB).

A primeira reunião para traçar o plano de trabalho da Frente Parlamentar deve ocorrer no início de maio, conforme afirmou seu presidente.


Assessoria



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.