João Pessoa, 20 de Outubro de 2017

17 de Maio de 2017

Operação Gabarito: delegado orienta “clientes” a se entregar; mais de 700 estão na lista

Operação Gabarito: delegado orienta “clientes” a se entregar; mais de 700 estão na lista

O delegado Lucas Sá, um dos responsáveis por comandar a Operação Gabarito na Paraíba, que desarticulou um esquema de fraude em concursos públicos em todo o país, orientou, nesta quarta-feira (17), os “clientes” que ingressaram ilicitamente no serviço público a se entregarem espontaneamente.

Segundo ele, essa atitude poderá minimizar as penalidades daquelas pessoas que compraram a vaga no serviço público, seja na esfera municipal, seja na estadual, seja na federal. “A gente orienta que essas pessoas, o quanto antes, se apresentem à polícia, pois nossa investigação está avançada. Já identificamos muitos deles e logo a polícia chegará até os outros também”, disse.

Até agora mais de 700 pessoas foram beneficiadas pelo esquema e conseguiram, com a ajuda de pontos eletrônicos, conquistar cargos públicos, desde guardas municipais a analistas de importantes órgãos federais.

“Temos muitas pessoas identificadas, só estamos aguardando a expedição dos mandados para podermos efetuar a prisão daquelas pessoas que fazem parte da organização criminosa. Já os beneficiados, aguardamos que eles se entreguem, pois se eles dificultarem as investigações certamente serão presos também”, falou.

Dos mais de 700 beneficiados, pelo menos 70 participavam ativamente da organização do esquema, cooptando candidatos, trabalhando na contabilidade do esquema, entre outra funções.

“Os candidatos não têm mais escapatória. Certamente eles responderão pelos crimes, mas se eles ajudarem nas investigações, eles poderão ser beneficiados com a colaboração premiada e ter a pena severamente atenuada”, arrematou.


Márcia Dias


PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.