João Pessoa, 24 de Maio de 2017

19 de Maio de 2017

Fetag-PB: brasileiros não devem se acomodar

Fetag-PB: brasileiros não devem se acomodar

Após a “não renúncia” do presidente da República, Michel Temer (PMDB), o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), Liberalino Lucena, fez um apelo, nesta sexta-feira (19), para que a população não se acomode acreditando que tudo será resolvido com a permanência de um governo ilegítimo.

Ele pediu para os brasileiros continuarem ocupando as ruas do país para cobrar mudanças efetivas, sobretudo com as eleições Diretas, que, segundo ele, é o grande desejo do povo.

“O presidente Temer no Governo foi uma questão enfiada de goela abaixo no povo. Eu só tenho uma preocupação com o que houve ontem. Me preocupo que o nosso povo ache que está tudo resolvido e se cale. Nós não podemos calar. Nós deveremos estar em alerta para o que aconteceu e para o que vai acontecer, sobretudo no tocante ás reformas. Por isso nós deveremos estar de alerta para uma luta bem maior”, disse.

Diante da repercussão da “delação bomba” contra o presidente, Liberalino acredita que, pelo menos por enquanto, a tentativa de retirar os direitos do trabalhador foram estancadas.

“As reformas, nesse momento, ficam paradas, mas não ficam definidas que elas passarão. Elas estão de sobreaviso para nós. A gente acredita que elas não voltam como estão hoje, não creio que seja possível, mas a grande luta agora é sobre o novo presidente”, falou

Sobre o futuro da República, apesar da luta, Liberalino vê um futuro incerto.

“Quem virá para a presidência? O desejo continua sendo a diretas já nesse país. O problema é que quando se pensa em pessoas não temos em quem pensar, porque estão todos bichados”, desabafou.



PB Agora




Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.