João Pessoa, 21 de Julho de 2017

15 de Julho de 2017

Aílton Silva faz mistério sobre mudanças na Raposa

Aílton Silva faz mistério sobre mudanças na Raposa

 O Campinense tem uma partida de ‘vida ou morte’ neste domingo na Bahia. Caso não consiga vencer o Fluminense de Feira de Santana, ou pelo menos empatar desde que tenha marcado gols fora, a Raposa encerrará as atividades na temporada, e sepultará o sonho do acesso a Série C do ano que vem. O jogo está sendo apontado como mais uma decisão, e ficou mais difícil depois do empate em 1 x 1 domingo no Amigão.

Com uma série de dúvidas por conta de contusões e suspensões, o técnico do Campinense, Aílton Silva, vai deixar para a última hora a definição do time titular que vai buscar a classificação heroica.

O time tem pelo menos três desfalques. O volante Negretti, que saiu de campo já sentindo uma contusão após o jogo do último domingo, não deve ter condições jogo, além de Joécio machucado e Leomir com terceiro cartão amarelo, também estão fora do duelo.

Desde 2012 que o Campinense tenta subir para a Série C sem sucesso. Em 2012, na primeira vez do Campinense na Série D (após o rebaixamento na terceira divisão do ano anterior), o time comandado por Freitas Nascimento chegou ao final da quinta rodada com seis pontos. Em 2013, o Campinense acabou ficando de fora das decisões do Campeonato Paraibano e, por isso, não disputou o Brasileiro da Série D.

Em 2014, ano que a Raposa não passou nem mesmo da primeira fase, o Rubro-Negro somava os mesmos seis pontos de 2012. Acabou se complicando mais para a frente, não se classificou, mas ainda assim terminou a primeira fase com uma média de mais de um ponto por rodada.

Nos últimos dois anos, campanhas bem melhores. Na melhor de todas, em 2015, a Raposa chegou ao término da quinta rodada com oito pontos conquistados, o que acabou refletindo no final da fase de grupos, quando a Raposa conseguiu a classificação em primeiro lugar da chave, com 14 pontos.

em 2016, a situação foi mais ou menos a mesma. Após cinco rodadas, sete pontos conquistados e fim da fase de grupos com 10 pontos, em primeiro lugar (neste último ano, inclusive, já no atual sistema de disputas. Nos dois últimos casos, o Campinense acabou perdendo a chance do acesso ao ser eliminado nos pênaltis, por Operário-PR e Itabaiana respectivamente.  


PB Agora



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.