João Pessoa, 18 de Novembro de 2017

17 de Julho de 2017

Parceria Fundac-TRT leva curso para jovens em semiliberdade

Parceria Fundac-TRT leva curso para jovens em semiliberdade

A Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice Almeida (Fundac) e o Tribunal Regional do Trabalho-TRT/13ª deram o primeiro passo para uma parceria que vai transformar socioeducandos da semiliberdade em técnicos de manutenção de microcomputadores através do Projeto é saber.

Na primeira reunião, realizada na sexta-feira (14), representantes dos órgãos decidiram que será assinado um termo de cooperação técnica para viabilizar o curso, que terá 30 horas-aula, duas vezes por semana, usando a estrutura de informática do Tribunal.

A meta é que até o fim do ano sejam formadas duas turmas, com 16 alunos. O curso será ministrado pelo instrutor Ericson Benjamim Melo de Arruda, do Setor de Apoio ao Usuário.

A articulação foi intermediada pelo técnico judiciário Maurício Barbosa de Lira, através da juíza Lilian Leal, que desenvolveu trabalho por seis anos sob o tema ‘Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo ao Aprendizado’.

A partir da articulação junto ao presidente da Fundac, Noaldo Meireles, foi possível mobilizar a equipe formada por Max Frederico Feitosa Guedes Pereira (diretor da assessoria de gestão estratégica do TRT) e os técnicos judiciários Fernando Tadeu Gambarra Moura, Luiz Alberto Alves dos Santos e José Heriberto de Lacerda Martins e o coordenador de segurança do Tribunal, Jefferson Pereira.


Secom



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.