João Pessoa, 16 de Agosto de 2017

07 de Agosto de 2017

Hospital de CG registra 602 casos de picadas de cobra e escorpião

Hospital de CG registra 602 casos de picadas de cobra e escorpião

 Mais de 600 casos de acidentes com animais peçonhentos (cobras e escorpiões) foram atendidos pelo Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, no período de janeiro a junho de 2017. De acordo com o Ceatox (Centro de Assistência Toxicológica), vinculado à Universidade Estadual da Paraíba, em 64 municípios paraibanos foram registrados 117 ataques de serpentes. O município de Pedra Lavrada, no Curimataú, registrou o maior número de casos: 23 acidentes.

Nenhum óbito foi registrado. Em 2016, no mesmo período, ocorreram 135 acidentes com serpentes, 14% a mais em relação a 2017. No ano passado, de acordo com o Ceatox, foi registrada uma morte por picada de cobra e duas por picada de escorpião.

Já em relação as picadas de escorpião, em 22 localidades, ocorreram 485 casos de picadas. Em 2016 foram 446 casos, 9% a menos. O município de Campina Grande foi o recordista em acidentes com esse tipo de animal, com 419 casos. No ranking das localidades onde os acidentes foram registrados, Queimadas, no Agreste, ficou em segundo lugar, com 10 casos.

Redação



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.