João Pessoa, 20 de Outubro de 2017

08 de Agosto de 2017

UEPB lança edital para oferta de Graduação em Gestão Pública

UEPB  lança edital para oferta de Graduação em Gestão Pública

 A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) assumiu uma nova missão no processo de contribuir para a qualificação dos servidores que atuam no serviço publico de órgãos do Estado e municípios. Pela primeira vez na história, a Instituição, por meio da Pró-Reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância (PROEAD), implantará o curso de Graduação em Gestão Pública – Tecnólogo/EAD, destinados para servidores públicos municipais e estaduais em atividade.

Nesse primeiro momento, 36 municípios paraibanos serão beneficiados com a iniciativa. No total, a UEPB estará oferecendo mil vagas que serão distribuídas com os 36 municípios conveniados, mais o Tribunal de Justiça e a Receita Estadual, além da própria Instituição. O TJ terá direito a 50 vagas, enquanto a Receita Estadual ficou com 11 vagas. A UEPB, investindo na política de valorização e capacitação dos seus servidores, terá 60 vagas destinadas para os técnicos administrativos.

O edital para o processo de seleção simplificada foi lançado oficialmente na manhã desta segunda-feira (7), pelo reitor Rangel Junior, em ato acompanhado pela presidente da Comissão Permanente de Concursos (CPCON), professora Ana Alice Sobreira, e pela pró-reitoria de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância, professora Eliane Moura, na presença do vice-reitor Flávio Romero Guimarães; do pró-reitor de Graduação, professor Eli Brandão; da pró-reitora de Gestão de Pessoas, professora Célia Regina Diniz; da pró-reitora de Gestão Administrativa, professora Eliane Maia; e da pró-reitora de Gestão Financeira, Giovana Carneiro.

Das mil vagas ofertadas, 766 estão disponibilizadas para servidores que manifestaram interesse em fazer o curso e estão aptos a concorrer no processo seletivo. As inscrições poderão ser feitas online, no site da CPCON, a partir da próxima quarta-feira até o dia 20 de agosto. O valor da taxa de inscrição será de R$ 50. A prova escrita será realizada no dia 10 de setembro, sendo que o resultado final está previsto para ser divulgado no dia 20 do mesmo mês. As matrículas dos aprovados serão feitas na última semana de setembro e o início das aulas está previsto para outubro. Apenas os servidores dos 36 municípios conveniados poderão se inscrever no processo e fazer a prova. O edital também prevê as vagas destinadas para pessoas com necessidades especiais.

Após assinar o edital, o reitor Rangel Junior destacou a importância do primeiro curso em Graduação na modalidade EAD para capacitação dos servidores. Ele lembrou que nos últimos anos a UEPB ampliou em quase 10% o número de vagas oferecidas para os cursos de graduação na modalidade presencial e agora vem preencher uma lacuna que existe na Paraíba em termos de formação dos servidores públicos.

Rangel observou que, tradicionalmente, as pessoas ingressam no serviço público e se preparam apenas para o concurso. Segundo ele, são poucas as instituições que investem na qualificação e na formação permanente dos seus servidores. “Então esse curso vem ao encontro dessa demanda de capacitar de forma permanente os servidores. Vem para preparar os servidores para a função e para a gestão pública”, disse o reitor. A ideia é que a Graduação em Gestão Pública – Tecnólogo se torne permanente. O reitor frisou, ainda, que a proposta de capacitar os servidores é uma iniciativa que partiu da Universidade há cerca de três anos, a partir da realidade do Estado no que diz respeito ao atendimento prestado a população pelos servidores públicos.

Uma das entusiastas da proposta, a professora Eliane Moura explicou que o curso nasceu após um movimento com as prefeituras e com secretários de educação dos municípios conveniados que sentiram a necessidade de uma formação voltada para a gestão pública. Antes de ser aprovado pelo Conselho Universitário (Consuni) e pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), o curso teve todo um planejamento que envolveu várias pró-reitorias.

“É um curso de curta duração que vem atender as necessidades dos gestores públicos desses municípios do Estado da Paraíba. Estamos abrindo na UEPB uma história sobre a questão de discutir como a gestão pública pode funcionar com a valorização dos seus servidores”, destacou Eliane. Ela reafirmou que as prefeituras não precisarão montar um grande “arcabouço” de estrutura para o curso, visto que a UEPB estará com todo aparato docente.

A pró-reitora de Gestão de Pessoas, professora Célia Regina Diniz, ressaltou que pela primeira vez em sua história a UEPB abre vagas de um curso de graduação para os servidores técnicos administrativos. Segundo ela, a Instituição hoje tem uma demanda de mais de 140 servidores que não têm curso superior. “Com isso, nós vamos ter uma melhor satisfação no trabalho. A UEPB, através dos técnicos, vai pode oferecer serviços de forma otimizada a toda a sociedade paraibana. O resultado será positivo nesse processo”, comentou.

O professor Eli Brandão, pró-reitor de Graduação, ressaltou que a UEPB entra na contramão da história, visto que hoje existe toda uma “ação” de desmonte do serviço público. Nesse sentido, a Universidade aposta na capacitação dos servidores como forma de garantir a melhoria da qualidade dos serviços prestados a sociedade.

A graduação em Gestão Pública – Tecnólogo/EAD terá duração de dois anos e seu conteúdo será distribuído em 1.615 horas/aula. O objetivo é melhorar a qualidade da prestação dos serviços ao promover maior qualificação profissional dos agentes públicos, além de ser uma oportunidade de aumento de escolaridade dos servidores que possuem apenas o Ensino Médio. No curso, os servidores vão aprender a utilizar melhor as ferramentas tecnológicas e outros recursos surgidos no mundo moderno.

O edital completo com todas as normas do processo seletivo está disponível no endereço eletrônico http://cpcon.uepb.edu.br/concursos/PS_GestaoPublica2017/.

Redação com assessoria



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.