João Pessoa, 17 de Agosto de 2017

11 de Agosto de 2017

Porto ampliará operação

Porto ampliará operação

 A Companhia Docas da Paraíba deu importantes passos nesta quinta-feira (10) para garantir e ampliar a operação de combustíveis no Porto de Cabedelo. A diretora-presidente da empresa, Gilmara Temóteo, e o assessor de Planejamento, Alessandro Marques, tiveram duas reuniões no Rio de Janeiro com representantes da Petrobras e garantiram o início de mais uma operação com combustíveis, com a implementação, até o final do ano, do sistema operacional chamado Ship to Ship.

Neste tipo de operação ocorre a transferência de derivados de petróleo de um navio para outro atracado ao seu lado, sem que haja necessidade de se descarregar os volumes no porto. A expectativa é que com esse novo sistema haja um aumento na arrecadação do ICMS por parte do Governo do Estado em aproximadamente R$ 400 mil por operação.

O sistema operacional Ship to Ship também possibilitará que o Porto passe a ser polo de distribuição de combustível para outros portos localizados no país e até mesmo portos de outros países. De acordo com Gilmara Timóteo, a Companhia Docas investiu aproximadamente R$ 800 mil para viabilizar a operação e a iniciativa vai aumentar a movimentação do Porto e contribuir para o desenvolvimento econômico do Estado.

Abastecimento - A outra reunião que Gilmara e Alessandro participaram foi com a Gerência Geral de Comercialização de Produtos Claros, no sentido de garantir o abastecimento de combustível do Estado da Paraíba por meio do Porto de Cabedelo.

Atualmente, o Porto de Cabedelo movimenta cerca de 50 mil metros cúbicos de combustíveis por mês, arrecadando R$ 300 mil para a Companhia Docas e R$ 25 milhões de ICMS para o Estado.


Secom-PB

Foto: Walter Rafael



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.