João Pessoa, 25 de Setembro de 2017

12 de Agosto de 2017

Fida encerra missão de supervisão às ações do Procase na PB

 Fida encerra missão de supervisão às ações do Procase na PB

Os técnicos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida) encerraram, na manhã desta sexta-feira (11), a missão de supervisão ao Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase) na Paraíba. A equipe do Fida chegou ao Estado na segunda-feira, dia 31 de julho, e visitou algumas das ações desenvolvidas em comunidades rurais, além de realizar reuniões com o coordenador do Procase, Aristeu Chaves, e demais integrantes do Projeto.

A equipe do Fida se reuniu ainda com alguns secretários do Governo do Estado, a exemplo da secretária de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares; a secretária adjunta de Segurança Alimentar e Economia Solidária, Ana Paula Almeida; o secretário de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Rômulo Montenegro;e ainda o secretário de Estado do Planejamento, Gestão e Orçamento, Waldson Dias de Souza. Os encontros tiveram o objetivo de traçar estratégias para o desenvolvimento das próximas ações do Procase, firmando parcerias e estabelecendo prazos para a realização dos projetos.

Como fruto da missão, após o levantamento de dados e visitas em campo, foi feito um diagnóstico dos convênios firmados e verificada a importância de se montar uma estratégia para suprir as demandas reprimidas no Procase, e dar andamento a implementação de novas ações. Dessa forma, por determinação do governador Ricardo Coutinho, com apoio da Seplag, profissionais com o perfil e a experiência requerida foram designados de outros órgãos do Governo do Estado para somar a equipe do Procase, a fim de agilizar a execução das demandas existentes.

Segundo o coordenador do Procase, Aristeu Chaves, “em razão da exiguidade do tempo, e considerando que no próximo ano estaremos em período eleitoral, onde há restrições para formalização de novos convênios, se faz indispensável essa força tarefa, para que possamos dar execução as demandas existentes, e firmar novos convênios, contemplando as propostas coletadas no Orçamento Democrático em 2016. Assim, definidas as prioridades e o cronograma de execução das ações, estaremos empenhados em cumprir o que foi celebrado entre Procase, Fida, Seplag e Sedap”.

A missão realizou um levantamento acerca do andamento dos projetos e do total de recursos oriundos do Fida que ainda se encontram disponíveis para execução de novas ações, traçando como meta a execução integral desses recursos até o ano de 2018. Dessa forma, em consonância com o Governo do Estado, foi desenvolvida a melhor estratégia para utilização desses recursos e alcance dessa meta, beneficiando comunidades rurais das regiões que mais sofrem com a escassez de água no estado, e atuando de forma decisiva na melhoria da qualidade de vida dessas comunidades.

“O Fida quando vem em missões, ele não faz apenas avaliações, ele apoia na execução do projeto, na apresentação das diretrizes, das opções e alternativas disponíveis, e na discussão dessas alternativas com os gestores, e neste ponto de vista, foi uma missão muito bem sucedida e estamos muito satisfeitos com o resultado”, afirmou o oficial de Programas do Fida no Brasil, Leonardo Bichara.

Participaram dessa missão os técnicos do Fida, Pedro Meloni, especialista em análise de viabilidade, planos de negócios e projetos produtivos; Pablo Sidersky, especialista em Assessoria Técnica e Assentamentos Rurais; Rodrigo Dias, especialista em Planejamento e Monitoramento e Avaliação; Leonardo Bichara Rocha, Oficial de Programas do FIDA no Brasil; Lucianna Matte, especialista em licitações; e Conceição Dantas, especialista em gênero; além dos consultores Emmanuel Bayle e Danilo Pisani.

O Procase é fruto da parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e o Fida, organismo das Nações Unidas (ONU), beneficiando 56 municípios do semiárido paraibano, e visa fortalecer a agricultura familiar e contribuir para o desenvolvimento rural sustentável, reduzindo os níveis de pobreza rural e fortalecendo ações de prevenção e mitigação da desertificação.



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.