João Pessoa, 23 de Novembro de 2017

04 de Novembro de 2017

Todos os bairros de Campina Grande estão com infestação do Aedes aegypti

Todos os bairros de Campina Grande estão com infestação do Aedes aegypti

Mosquito vetor de doenças como dengue, febre amarela, chikungunya e zika virus, aedes aegypti está se proliferando por Campina Grande.

 Todos os bairros de Campina Grande estão com infestação do Aedes aegypti. Pelo menos é o que aponta uma pesquisa realizada por um órgão da Prefeitura Municipal da cidade.

O Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes Aegypti (LIRAa) feito em Campina Grande, mostra que todos os bairros da cidade estão acima da média satisfatória de focos do mosquito.

O índice registrado no último mês foi de 7,6%. De acordo com a gerência de vigilância da prefeitura, o maior erro da população está na forma de armazenar água para consumo.

O levantamento mostra que 95% dos focos do mosquito foram encontrados em reservatórios como tonéis e caixas d'água em residências.

“É preocupante para Campina Grande quando se vê esse índice de infestação em todo o município. Desde janeiro deste ano a gente vem alertando que o índice tem se mantido alto. A questão do racionamento parou, mas as pessoas continuam guardando água. Não tem problema em guardar água, desde que se vede o depósito”, explica a gerente de vigilância ambiental Rossandra Oliveira

Entre os bairros da cidade, a gerência de vigilância informou que está com uma preocupação maior com o bairro Liberdade por ser o bairro com maior população idosa da cidade. “Na cidade temos confirmados 87 casos de chikungunya e sabemos que é uma doença que não passa com 15 dias, ficam sequelas nas articulações e músculos”, disse Rossandra.

Para reduzir os índices, a gerência reforça o alerta à população para que tome cuidado com o armazenamento de água, sempre vedando os reservatórios e recipientes com tampa, plásticos, toalhas ou tecidos.

Redação



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.