João Pessoa, 18 de Novembro de 2017

10 de Novembro de 2017

Papa adverte sobre perigo de armas nucleares nas mãos de terroristas

Papa adverte sobre perigo de armas nucleares nas mãos de terroristas

O  papa Francisco expressou nesta sexta-feira (10) preocupação diante o risco de que armas nucleares, cujo arsenal está em expansão no mundo, caiam nas mãos de terroristas.

Durante um simpósio sobre o desarmamento nuclear organizado pelo Vaticano, reunindo, entre outros, onze Prêmios Nobel da Paz e representantes da ONU e da OTAN, o papa afirmou que "as tecnologias nucleares estão se expandindo, também por meio de canais informáticos, e os instrumentos legislativos internacionais não impedem que novos Estados se juntem aos que já possuem armas nucleares".

"Os cenários resultantes são profundamente perturbadores, dado os desafios da geopolítica contemporânea, como o terrorismo ou a guerra assimétrica", acrescentou. O pontífice também denunciou "o falso sentimento de segurança" decorrente das armas de destruição em massa, especialmente armas nucleares. Para ele, a paz entre os povos deveria ser inspirada por "uma ética da solidariedade".

A escalada da corrida armamentista também representa "uma despesa considerável para as nações", em detrimento de outras prioridades como a luta contra a pobreza, lamentou.

E a mera posse de armas nucleares "deve ser firmemente condenada", insistiu Francisco, destacando "o risco de uma detonação acidental". Muitos Prêmios Nobel da Paz, como Mohamed El Baradei e Muhammad Yunus, devem falar durante este simpósio de dois dias, intitulado "Perspectivas para um mundo livre de armas nucleares e para o desenvolvimento integral".

De acordo com Silvano Tomasi, delegado do papa sobre questões de desarmamento nuclear, o simpósio foi organizado tendo em vista a crise entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos.

G1.com.br



Enviar Comentário

O portal PB Agora esclarece aos internautas que o espaço democrático reservado aos comentários é uma extensão das redes sociais e, portanto, não sendo de responsabilidade deste veículo de comunicação. É válido salientar que qualquer exagero, paixão política e infrações à legislação são de responsabilidade de cada usuário, que possui sua própria conta na rede social para se manifestar, não tendo o PB Agora gerenciamento para aprovar, editar ou excluir qualquer comentário. Use o espaço com responsabilidade.